Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!


3 Comentários

“Precisão nos glicosímetros”

Blog: Six Until Me – Post: Accuracy in Glucose Meters

Tenho notado um bafafá nuns blogs de fora sobre  a falta de precisão dos aparelhos de medir a glicemia. Resolvi contar sobre esse post, quem preferir pode clicar no link e ler direto em inglês.

Ela começa dizendo que é diabética há 24 anos e que o primeiro aparelho que ela usava em 1986, quando foi diagnosticada, era da Accu-Chek e ela colocava a gota de sangue numa tira (maior que a de hoje) e esperava 120 segundos pra gota ficar de uma determinada cor pra que ela a comparasse num guia que vinha junto com a caixinha de tiras. (No meu potinho de tira do accu-chek active tem uma bolinhas coloridas que você pode comparar com a cor duma bolinha atrás da tira).

Esse aparelho tinha uma margem de ‘variação’ na precisão de 20%, ou seja, se ele acusasse 100 mg/dl, ela poderia na verdade estar entre 80 mg/dl e 120 mg/dl … beirando uma hipo e a necessidade de insulina. Diz que apesar de tantos anos terem se passado, essa ‘falta’ de precisão ainda continua. Mudaram-se as cores, os modelos, os tamanhos, mas nada foi feito com relação a precisão dos aparelhos.

Sua vida (e a de todos os diabéticos, inclusive a Vi, como vocês podem ver no decorrer do blog) é baseada no valor que o aparelho acusa. A razão insulina/carboidrato, a taxa de insulina basal, a quantidade de comida a ser ingerida, a quantidade e tipo de exercício físico, tudo depende do resultado dado pelo glicosímetro. E se questiona, de que serve toda a dedicação e determinação acerca do diabetes se os números fornecidos não são precisos como seus cuidados?? E ela acaba não fazendo outra coisa a não ser pensar nisso e cuidar desse assunto. ( E não é a única, tem outra aqui, do outro  lado do mundo, que também não faz outra coisa rsss)

Ela já percebeu ao longo desses anos todos se cuidando situações em que o valor que aparecia certamente estava errado, porém, nunca se preocupou em medir novamente pra tirar a dúvida. Hoje, grávida, ela não só checa 2 vezes, como às vezes chega a checar 3 vezes pra se certificar do resultado. E exemplifica:

Primeiro incidente:
3:56 pm 86 mg/dl
3:57 pm 159 mg/dl
3:58 pm 164 mg/dl

Segundo incidente:

5:51 pm 110 mg/dl
5:51pm 203 mg/dl
5:51 pm 229 mg/dl

Mais pra frente no post ela coloca uma resposta dada por um médico sobre essa ‘margem de erro’, que numa maneira mais prática de entender, alguém colocou: 90 – 95% dos pacientes diabéticos são tipo 2 e não dependem da insulina, então o padrão atual (de precisão, a margem de erro) está mais do que adequado para a vasta maioria dos usuários.

E aí eu fico aqui pensando…. a vida da minha filha depende MUITO desses aparelhos. Porém, não posso surtar e pirar com essa margem de erro. Gostaria muito que se preocupassem mais com o assunto, na verdade, alguns aparelhos mais novos até alegam que com a tecnologia nova, a precisão é maior. Será mesmo? (No mundo de hoje, onde o que importa é o $$ e a venda, o consumo… o Marketing usa de tudo pra fazer você adquirir os produtos de certas empresas…. ) Por anos e mais anos diabéticos do Brasil (e do mundo) têm usado esses aparelhos, principalmente os fornecidos pelo governo (seja ele qual for), que costumam ser o mais antigos, mais velhos, ‘mais baratos’ e para os quais recebemos os insumos (porque não temos condições financeiras de bancar o aparelho mais moderno)… e nunca ninguém (que se tenha ouvido falar) morreu pelo erro de resultado de um aparelho desses. Morrem aos montes sim, os pacientes que não se cuidam.

Eu já percebi com a Vivi que, quando sua mão está umida, logo após lavar, não enxuga direito, pode acontecer do resultado ser bem menor, por exemplo, um dia ele acusou 12 mg/dl ! Oi ???? Se ela estivesse com esse nível de hipoglicemia, estaria em coma, não??? Nem em desesperei nem nada. Sequei melhor a mão dela e medimos de novo. O mesmo já aconteceu com a hiper. Ela não lavou a mão, deve ter comido algo doce, sei lá, o resultado foi 450 mg/dl depois de um tempão sem comer. Desconfiei. Pedi pra que ela lavasse a mãe e a medição ficou em 127 mg/dl.  São detalhes que temos que ficar atentos sempre.

O que pensam sobre isso? Já notaram essa diferença entre os aparelhos e até mesmo com o mesmo aparelho, minuto após minuto???

Esse é o aparelho que eu uso. Diz aí se não é ‘arcaico’ ?! Accu-chek Active. Já tem um modelo mais novo, não tem? Aceito, viu!!!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.550 outros seguidores